Parasitas – Sintomas que confundem com doenças



[ad#banner-300x250]

Se você costuma sofrer de dores crônicas de cabeça ou se sua boca costuma se encher de aftas frequentemente, pode ser que esteja com sintomas comuns de parasitas, como por exemplo, a Giardia Lamblia. Outros problemas de saúde como esclerose múltipla, artrite reumatóide e lúpus podem ser provocados por outro tipo de parasita : as amebas.

Pesquisas feitas recentemente no Canadá apontaram que 100% dos pacientes com câncer têm o parasita intestinal Fascíola Buski, só que ao invés de estar em seu habitat natural, que é o intestino, descola-se para o fígado.

Especialistas informam da que toda verminose é tóxica ao ser humano. Inicialmente, elas se manifestam como ligeiros incômodos digestivos, em que as pessoas não dão muita importância, até se acostumarem. O problema é que as pessoas ficam tão acomodadas com o desconforto, que nem percebem que ocorrem mudanças para pior. Com isso, os sintomas vão se agravando e pioram a qualidade de vida. Isso acontece porque a infestação de parasitas traz disfunções pulmonares, digestivas e até psiquiátricas.

Profissionais da área de saúde advertem que definitivamente, os parasitas não trazem boas sensações aos pacientes. Podem provocar dor de cabeça, mal-estar, fraqueza, vertigem e desconforto, que levam a pessoa a ter outras complicações, como ranger de dentes, taquicardia, letargia, dores articulares, mão desajeitadas, saliva em excesso e reflexos lentos.

Por isso, os especialistas apontam que as pessoas dêem  mais importância ao problema, pois os vermes são agentes de diversos sintomas que podem ser confundidos, equivocadamente com outras doenças.

Também é indispensável que o médico identifique corretamente em que parte do corpo o problema está situado, para que possa ser corrigido rapidamente. Com isso, o paciente deve se submeter a uma devida desparasitação, com acompanhamento médico. Depois disso, é preciso que passe por um acompanhamento para verificar se o organismo está desintoxicado, além de uma repetição de exames. Se necessário, o paciente pode passar por uma revitalização do intestino.

Por Selma Isis




Deixe um comentário