Palmito: saboroso e não engorda



O verão se aproxima, e para ficar em forma para entrar no biquíni favorito, é preciso começar a investir em uma dieta e intensificar as atividades físicas, para chegar em plena forma no final do ano. Um dos itens que você pode abusar na sua dieta, sem dúvida é o palmito. Isso porque ele é muito saboroso, nutritivo, e o melhor, possui poucas calorias.

Palmito saboroso e não engordaEm geral, 100 gramas do palmito possuem apenas 26 calorias que são contabilizadas no organismo. Além disso, ele conta com minerais importantes para nossa saúde, como ferro, fósforo e potássio, bem como as vitaminas do complexo B e vitamina C. Mas, assim como qualquer outro alimento, é bom não consumi-lo em excesso.

Conforme cada região brasileira, é possível encontrar uma ou outra espécie, já que em cada local existem plantações específicas. Na região Sudeste, por exemplo, as espécies mais comuns são os de tipo açaí e pupunha. Entretanto, também é possível encontrar as espécies palmeira real ou Jussara. Mas, em geral, existem poucas variações de paladar de uma espécie para outra.

Porém, o que costuma variar bastante é a maneira como o alimento pode ser consumido. Em geral, o palmito costuma acompanhar saladas frias, mas ele também pode ser levado ao fogo sem perder suas propriedades nutritivas, podendo ser tanto refogado como assado. Ele pode ser ingrediente de inúmeras receitas salgadas, como cremes, saladas, mousses, tortas, e muitas outras.

Na hora de comprar, prefira sempre adquirir o produto em conserva, não comprando na forma in natura, já que ele deve sofrer um processo térmico antes de ser consumido. Isso porque apesar de perder um pouco os valores nutritivos, o produto industrializado evita os riscos que o palmito fresco provoca, que é a intoxicação e o botulismo (infecção que causa paralisia muscular).

Por fim, procure sempre verificar se a embalagem do produto está bem vedada, sem pontos de ferrugem e sem que as tampas estejam estufadas. Também confira se a marca possui certificado de qualidade.

Por Selma Isis



Deixe um comentário