Abobrinha: legume rico em nutrientes



[ad#banner-300x250]

Legume suculento e saboroso, que vai bem tanto grelhado como refogado, a abobrinha é barata e muito fácil de ser encontrada, além de ser uma grande aliada da saúde. O legume atua em benefício do nosso corpo em diversas frentes: combate os radicais livres, ajuda no funcionamento dos intestinos, controla a glicose, o colesterol, regula a pressão sanguínea. Além disso, a abobrinha possui cálcio, ácido fólico, magnésio, fósforo, além das Vitaminas A e C.

Para as pessoas que ainda têm dúvidas se acrescentam ou não o legume à dieta, outra vantagem é que a abobrinha conta com baixas calorias, ajudando as pessoas que estão de regime. Isso porque em uma xícara de chá, com aproximadamente 131 gramas do legume, contam com apenas 16 calorias.

Abobrinha legume rico em nutrientesEspecialistas apontam que a abobrinha é uma excelente fonte de fibras, em especial sua casca, ajudando na saúde e o intestino a funcionar melhor, pois evita a prisão de ventre, além de proteger contra o surgimento de alguns tipos de câncer de cólon de intestino.

Além disso, a abobrinha é rica em minerais essenciais para afastar a fadiga, bem como intensificar a absorção de carboidratos e proteínas pelo organismo, ajudar na produção de energia e deixar os ossos fortes.

Quanto às vitaminas que o legume oferece, sua lista é variada. Ele contém pequenas quantidades de Vitamina A, importante nutriente para a pele e a visão, vitaminas do complexo B, que colaboram no crescimento e desenvolvimento. A Vitamina B1 ajuda na parte de aprendizado, no raciocínio, concentração e memória. A Vitamina B3 colabora na circulação, digestão, além de baixar os níveis de glicose, pressão e colesterol.

Quando for à feira ou supermercado, não existem muitos segredos na hora de comprar abobrinha. Os legumes menores são mais macios e com um sabor mais agradável. Procure comprar os que possuem casca brilhante e que sejam firmes. Para aumentar a durabilidade, prefira as abobrinhas que ainda contarem com o talo.

Vale lembrar não comprar legumes com partes moles e manchas escuras, pois pode indicar de que ficaram expostos ao sol, não sendo apropriados para o consumo.

Por fim, quando for preparar o legume, não é necessário retirar a casca, pois é nela que está grande parte das fibras. Ele pode ser cozido na água ou refogado em rodelas ou em cubos. Já para grelhar, o ideal é que ele seja fatiado.

Por Selma Isis



Deixe um comentário